Tecnologia do Blogger.

domingo, 7 de junho de 2009

Um poeminha de amigo


Para o amigo Marcos Pinheiro.




Um poeminha de amigo
(Rubervânio Rubinho Lima)
07/06/2009

Levantei-me da cama num salto,
A ideia levantou-se também...
Não sei quem chegou primeiro ao papel,
Mas aquelas palavras,
Aquelas palavras queriam sair...
E assim nasceu um poeminha,
Uma escrita feliz...
Talvez tenha sido uma bobagem minha,
Mas sei que a escrita, o poema saiu...
Ou foi um amigo que sorriu?
Foram os dois, um poema e um amigo...
Um poema saiu, um amigo sorriu...
Um amigo poema, que levantou sorrindo...
Um amigo, quando sorri pra gente,
Traz-nos um bocado de satisfação.
Aí pensamos felizes também:
“Vou-te fazer um poema, amigão!”
Um poeminha infantil, mas verdadeiro,
Um amigo feliz, um sorriso grandão,
Não se compra com fortuna nenhuma,
Não tem moeda em dinheiro...
É impagável como esse aqui,
Para o amigo Marcos Pinheiro.

3 comentários:

P. disse...

E não é que o desenho parece? rs

"Aí pensamos felizes também:
'Vou-te fazer um poema, amigão!'
Um poeminha infantil, mas verdadeiro,
Um amigo feliz, um sorriso grandão,
Não se compra com fortuna nenhuma,
Não tem moeda em dinheiro...
É impagável como esse aqui,
Para o amigo Marcos Pinheiro."

Lembra poema infantil mesmo, mas não por uma suposta imaturidade e, sim, pela candura, essa felicidade que existe por si só, sem exigir justificativas. Bonito!

Marcos Pinheiro disse...

Véião, muito obrigado pelo presente, pela homenagem! Com certeza até agora esse foi o melhor presente antecipado de aniversário que eu já recebi, justamente por sua singeleza.

Danny disse...

Disse no Blog do marcos e repito aqui, presentes como esse só vem de pessoas especiais...

E foi através do blog Ponto de Continuação que achei o seu blog e adorei!
Seus textos são ótimo, voltarei sempre que pude!
Bjos!

Postar um comentário

  ©Rubervânio Rubinho Lima - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo